Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Busca por cabelo cacheado cresce 232%

Interesse por cachos ultrapassa os de lisos, segundo estudo feito pelo Google BrandLab. Assumir tipo de cabelo é desafio, principalmente para mulheres mais velhas

Por | 14/08/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A busca por cabelos cacheados cresceu 232%, ultrapassando as buscas por cabelos lisos, segundo o estudo feito pelo Google BrandLab. O levantamento mostrou que o interesse por cabelos afros cresceu 309% nos últimos dois anos, o que mostra que muitas mulheres estão aceitando seu cabelo natural e buscando por dicas. Outro dado apresentado é que quatro em cada 10 mulheres contaram já ter sentido vergonha de seus cachos.

Assumir os cabelos naturais é como revelar uma identidade e isso pode exigir uma desconstrução por diversas faixas etárias. Para as mulheres mais velhas, no entanto, é mais difícil assumir os cachos. Entretanto, a busca por transição capilar também cresceu 55% nos últimos dois anos. Os cuidados com os fios também são valorizados, principalmente no YouTube, em que, segundo os dados, 50% das buscas é sobre cabelos.

O estudo, que recebeu o nome de "A Revolução dos Cachos", também mostrou que 24% das mulheres de 18 a 24 anos reconhecem seu cabelo como cacheado e que uma, em cada três mulheres, diz já ter sofrido preconceito por conta do seu cabelo. Outro ponto da pesquisa é que tudo é reflexo - e se reflete - no comportamento das ruas. A partir desse levantamento o Google também montou um pequeno glossário para conversar sobre cachos e encorajar as pessoas a assumirem seus fios naturais.

Leia também: Pesquisa Beleza na Terceira Idade.





Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss